Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Ranking com as cem organizações sociais mais transparentes e bem geridas acaba de ser divulgado no site de Prêmio Melhores ONGs. Em dezembro, elas recebem a premiação em São Paulo e participam da disputa nas categorias especiais e na melhor ONG do ano

Das 100 melhores organizações sociais que atuam e residem no Brasil, sete estão localizadas no Paraná. O estado só perde para São Paulo e Minas Gerais, que juntas, possuem 66 do total.

O nome das sete instituições acaba de ser anunciado pelos idealizadores do “Prêmio Melhores ONGs 2023”, que anualmente reconhece aquelas cuja gestão e eficiência receberam as melhores notas em quesitos como governança, transparência, comunicação e financiamento.

Essa é a sétima edição do Prêmio, realizado pelo Instituto Doar e Instituto O Mundo que Queremos (IOMQQ), com o patrocínio da Ambev VOA, além do apoio do Instituto Humanize, Prosas e Toyota do Brasil.

Na lista, disponível no site de Prêmios Melhores, é possível conhecer o nome de todas as vencedoras brasileiras, incluindo as sete eleitas no estado do Paraná:

ONGs do Paraná

Cidade

Causa


 

Associação Aliança Empreendedora

Curitiba

Fundada em 2005, com objetivo de apoiar microempreendedores em seu desenvolvimento social e econômico. Atua em todo o território nacional e em Portugal. Já apoiou 165 mil microempreendedores.

Associação Solar Ita Wegman

Campo Magro

Entidade beneficente de assistência social, educação e cultura em Campo Magro/PR, com atuação fundamentada na Antroposofia. Laços com instituições e comunidade local de modo a formar ambientes e parcerias que contribuam para o desenvolvimento humano e social inclusivo e sustentável.

Instituto Futebol de Rua

Curitiba

Organização sem fins lucrativos com sede em Curitiba e núcleos pelo Brasil. Desde 2006, utiliza o esporte, a educação e a cultura como ferramentas para o desenvolvimento humano.

Instituto Sivis

Curitiba

Organização apartidária e sem fins lucrativos, fundada em 2011 e sediada em Curitiba. Think tank com produção de conhecimento científico e implementação de soluções junto a lideranças sociais, especialistas e outras organizações para fortalecer a cultura democrática brasileira.

Pequeno Cotolengo Paranaense

Curitiba

O Complexo de Saúde atua há 58 anos e atende, hoje, 230 assistidos. Oferece acolhimento, saúde e educação especial para pessoas com deficiências múltiplas em vulnerabilidade social, situação de risco e abandono familiar, além de asilados hospitalares no Paraná.

Pro Renal - Brasil - Fundação de Amparo à Pesquisa em Enfermidades Renais e Metabólicas

Curitiba

Primeira Fundação de amparo a doenças renais e metabólicas atuante na pesquisa, educação e cuidado multiprofissional integrado com forte atuação em campanhas de conscientização e prevenção da doença renal.

União dos Escoteiros do Brasil

Curitiba

Atende jovens de 6 a 21 anos, com expressiva colaboração de voluntários atuando por meio de seu projeto educativo. Conta com mais de 90 mil associados no Brasil distribuídos em mais de 600 municípios.



 

Além de já pertencerem ao ranking das 100 Melhores ONGs de 2023, as sete organizações paranaenses irão concorrer, também, nas categorias especiais do prêmio, que serão conhecidas durante a cerimônia oficial, no dia 7 de dezembro, em São Paulo.
Na ocasião, serão escolhidas as melhores ONGs por estado, pela causa, as dez melhores organizações de pequeno porte, a melhor entre elas e a Melhor ONG do ano. "É um evento consolidado, mas a cada ano gostamos de trazer surpresas. Este ano, os participantes vão contar com uma grande novidade na cerimônia ao vivo", antecipa Marcelo Estraviz, diretor do Instituto Doar.

Sobre o Prêmio

Desde 2017, o Prêmio Melhores ONGs reconhece o trabalho fundamental prestado pelas instituições não governamentais no Brasil e também funciona como um farol para orientar doações. Além disso, incentiva boas práticas, contribuindo também para a melhoria na gestão de todas as participantes, incluindo as que não são premiadas, que também recebem um feedback detalhado da avaliação.

Adriana Silva/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.