Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Entre os 73 municípios certificados em 2023, Toledo se destacou por dupla eliminação. Na comparação com 2022, houve um aumento de 70% no número de cidades contempladas

O Ministério da Saúde entregou certificados de eliminação e selos de boas práticas para a eliminação da transmissão vertical de HIV e/ou sífilis a quatro estados e a 73 municípios brasileiros. O Paraná alcançou a eliminação da transmissão vertical de HIV e o Selo Bronze em Sífilis. Além do estado, nove municípios paranaenses também foram reconhecidos por algum nível de eliminação. Entre todas as cidades do Brasil, Toledo foi a única que recebeu o certificado de eliminação dupla de HIV e sífilis.

A transmissão vertical ocorre da mãe para o bebê durante a gestação, o parto ou o aleitamento. Para evitar esse tipo de transmissão, as gestantes devem fazer o pré-natal, com todos os testes e cuidados disponíveis no Sistema Único de Saúde, que dispõe de insumos para prevenção, diagnóstico e tratamento, como preservativos, testes rápidos e laboratoriais, fórmula láctea, antibióticos e antirretrovirais.

Confira a lista dos municípios paranaenses com as respectivas certificações relativas à eliminação da transmissão vertical de HIV e/ou sífilis:

Eliminação de HIV e Sífilis: Toledo;

Eliminação HIV: Apucarana, Colombo, Almirante Tamandaré e Foz do Iguaçu;

Eliminação HIV e Selo Prata Sífilis: Curitiba;

Selo Prata HIV e Selo Prata Sífilis: Arapongas;

Selo Prata HIV: Cascavel e São José dos Pinhais.

Cenário nacional

Junto com o Paraná, o estado de São Paulo também alcançou a eliminação da transmissão vertical de HIV e o Selo Bronze em Sífilis. Distrito Federal e Sergipe receberam o Selo Prata para HIV.

Dentre os 73 municípios contemplados em 2023, 45 receberam algum tipo de certificação para o HIV; três deles, algum tipo de certificação para sífilis; e 25 receberam certificado ou selo duplo para HIV e sífilis. Ao todo, 90 municípios e quatro estados solicitaram a certificação.

Em 2022, foram certificados um total de 43 municípios, sendo 21 certificações para HIV, cinco para sífilis, 17 duplas certificações e a eliminação dupla de transmissão vertical (HIV e sífilis) para o município de Guarapuava, no Paraná. Na comparação com o ano passado, houve um aumento de 70% no número de cidades certificadas.

Critérios

A certificação de eliminação é feita conforme critérios e etapas estabelecidos no Guia para Certificação da Eliminação de Transmissão Vertical de HIV e/ou Sífilis. Municípios devem ter, no mínimo, 100 mil habitantes e assim como os estados, devem manter critérios básicos e alcançar as metas de eliminação a partir dos indicadores de impacto e de processo. O Selo de Boas Práticas Rumo à Eliminação da Transmissão Vertical de HIV e/ou Sífilis nas categorias bronze, prata ou ouro é conferido às localidades que alcançaram indicadores próximos da eliminação.

Ministério da Saúde

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.