Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Evento contará com oficinas, feiras e palestras sobre a temática; o Brasil tem 96 IGs registradas

Entre os dias 8 e 10 de dezembro, será realizado o V Evento Internacional de Indicações Geográficas e Marcas Coletivas em Curitiba, no Paraná. Com o objetivo de divulgar e promover as regiões e novos negócios, o encontro terá como foco a valorização dos produtos ou serviços das Indicações Geográficas (IG) e Marcas Coletivas (MC), reconhecidos por conta de sua diferenciação e qualidade, e a troca de experiências. A conferência será realizada no formato híbrido, com atividades presenciais no Memorial de Curitiba e transmissão on-line em português e tradução simultânea para inglês, espanhol e francês.

Desde 2003, o Sebrae atua na identificação de potenciais IG por todo o Brasil e, durante esse período, foram aplicados mais de 250 diagnósticos em todas as regiões. Hoje, por meio dos selos concedidos pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), o país possui 96 registros, sendo Minas Gerais (16), Rio Grande do Sul (12) e Paraná (11) os estados que lideram em número de IG. A expectativa é de que sejam alcançadas cem indicações até a realização do evento, em dezembro.

O presidente do Sebrae, Carlos Melles, lembra que a maior parte das IG brasileiras é formada por pequenos negócios que se organiza por meio de associações e cooperativas. “Os benefícios do registro trazem uma série de vantagens, como o aumento do valor agregado, a qualificação dos empreendedores, maior competitividade no mercado, além de manter as tradições e a cultura preservadas. Isso significa que o conhecimento vai passando de geração para geração”, afirma.

A programação oficial do V Evento Internacional de Indicações Geográficas e Marcas Coletivas reunirá a realização de oficinas temáticas com conteúdos como o papel das IG para alavancar o turismo, a utilização no artesanato e o relato de experiências das marcas coletivas. Painéis para promover temas relacionados, como o controle e a garantia de qualidade baseada na origem dos produtos das IG e o acompanhamento de mercado, espaços para degustação e uma feira também estão previstos.

O evento marca a criação da Rede Nacional de Chefs dos Produtos de Origem, que tem como finalidade o incentivo à utilização e à divulgação de ingredientes regionais na gastronomia. Estão previstas, também, visitas a produtores próximos de Curitiba para apresentar boas práticas em andamento.

 “Será um marco para o estado do Paraná, que é um dos que mais têm produtos já com a IG e depósitos de novos pedidos junto ao INPI. Temos um verdadeiro movimento pelas indicações geográficas e marcas coletivas motivados pela parceria com produtores rurais, universidades, prefeituras, governo do Estado e órgãos ligados a agricultura”, projeta a coordenadora estadual de agronegócios do Sebrae/PR, Maria Isabel Rosa Guimarães.

Na feira, foram confirmadas até o momento 17 Indicações Geográficas e Marcas Coletivas, entre elas estão o Morango do Norte Pioneiro, do Paraná; o Pirarucu Manejado de Mamirauá, do Amazonas; a Cajuína, do Piauí; o Mel do Pantanal, do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul; o Queijo da Canastra, de Minas Gerais; a Uva do Vale de Goethe, de Santa Catarina; o Açafrão de Mara Rosa, de Goiás; a Própolis Vermelha dos Manguezais, de Alagoas; o Tambaqui do Vale do Jamari, de Rondônia; e o Queijo Artesanal Serrano, de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Esses e outros produtos estarão presentes na Feira do Alto da Glória, no dia 10 de dezembro. A comercialização tem início previsto para as 7h na Rua Alberto Bolliger, s/n (entre a Rua Augusto Stresser e a Rua Sete de Abril).

Realização

O evento é realizado pelo Sebrae, INPI, Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), Organização Mundial da Propriedade Industrial (Ompi) e a Associação Brasileira das Indicações Geográficas (Abrig), e conta com o apoio do Ministério da Economia, Prefeitura de Curitiba e a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento do Paraná, Embaixada da França e o Instituto da Propriedade Intelectual da União Europeia (Ipieu). Informações e inscrições gratuitas: origensbrasileiras.com.br

Asimp/Sebrae Paraná

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.