Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Iniciativa conta com o acompanhamento de Agentes Locais de Inovação (ALI), especialistas que vão atuar diretamente nas pequenas empresas

Micro e pequenas empresas paranaenses interessadas em melhorar a produtividade e a lucratividade de seus negócios podem participar do Programa Brasil Mais Produtivo - ALI Produtividade. As inscrições gratuitas para o Programa, que oferece uma jornada de seis meses, entre atendimentos presenciais e on-line, estão abertas até o dia 18 de fevereiro. Outro meio de aderir é pelo telefone 0800 570 0800. No Paraná, são 750 vagas disponíveis.

A iniciativa oferece consultorias gratuitas, com a visita de um especialista diretamente nas pequenas empresas, que auxilia a identificar problemas e trabalham para soluções especificas a partir de um plano de ação.

Em seis encontros individuais e três coletivos, os participantes recebem orientações sob medida para a implantação de novas práticas gerenciais para melhorar a performance das empresas. Podem participar empresas dos setores do Comércio, Serviços ou Indústria, com faturamento bruto anual de até R$ 4,8 milhões, exceto os microempreendedores individuais (MEI).

A consultora do Sebrae/PR, Suelen Pedroso, afirma que, nos últimos 15 anos, o Programa Agente Local de Inovação foi destaque em âmbito nacional, pela capilaridade no atendimento nos Estados. O Sebrae/PR foi pioneiro na aplicação da metodologia, com resultados positivos, maior alcance no atendimento em todos os territórios do Paraná e promoção da inovação de forma rápida e personalizada.

“Estamos iniciando mais um ciclo de encontros e atendimentos, que serão realizados a partir de março. As empresas que aderirem ao Programa terão a oportunidade de avaliar sua realidade e formatar um plano de ação detalhado, com o propósito de melhorar sua produtividade”, pontua.

Experiência

A empresária Michele Rempel Schualtz, de Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), que atua com a comercialização e manutenção de equipamentos de limpeza, participou de duas edições do ALI Produtividade. Ela conta que, antes disso, a empresa tinha como sócios ela e o esposo e uma funcionária. Hoje, após a implantação de diversas melhorias, são oito colaboradores e o faturamento cresceu em torno de 30%.

“Nossa ideia era profissionalizar o negócio, organizar a questão do marketing e do operacional. Antes do ALI Produtividade, não tínhamos indicativos, nem missão, visão e valor definidos. Tudo isso nos ajudou a enxergar onde estávamos e queríamos chegar”, comenta.

O Brasil Mais é uma realização do Sebrae, Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Senai e Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços.

Asimp/Sebrae/PR

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.