Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado estadual Denian Couto (Podemos-PR), usou a tribuna da Assembleia ontem (17/05) para chamar a atenção para a cassação do deputado federal Deltan Dallagnol (Podemos- PR).  “A bandalha comemora. Aqueles que se envolveram com corrupção, com lavagem de dinheiro...estão todos eufóricos e felizes”. E avaliou:  “Não é o Deltan que perdeu, coisa nenhuma. Quem perde é o Brasil. Quem perde é o Paraná. Quem perde é a moralidade na politica”.

Denian Couto, que é líder do Podemos na Casa, deixou claro que o Tribunal Regional Eleitoral no Paraná, havia liberado a candidatura de Deltan, considerando que ele era ficha limpa. Por outro lado, o agora presidente Lula, que foi condenado em três instâncias, não teve nenhuma sentença que o absolvesse de corrupção, foi considerado ficha limpa. “Lula escapou da inelegibilidade porque o processo da Lava Jato foi anulado e Lula deveria ter sido julgado de novo, por um outro juiz. Mas, como tem mais de 70 anos, e o prazo cai, os crimes prescreveram”.  E cravou: “Então, é ficha Suja o Deltan e é ficha limpa o Lula. Em que momento o Brasil se perdeu? Em que momento o buraco que nós nos enfiamos chegou a esse ponto?”

A fala de Couto foi interrompida por outros dois colegas, Luis Fernando Guerra (União-PR) e Mabel Canto (PSDB- PR), que fizeram apartes para concordar com a indignação pelo que ocorreu na noite desta terça-feira, em Brasília.

 Ex-coordenador da Força Tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol foi eleito com 344.917 votos, a maior votação do Paraná. Mas, por unanimidade, o TSE invalidou o seu registro, atendendo a um recurso da federação Brasil da Esperança (PT/PCdoB/PV) no Paraná e pelo Partido da Mobilização Nacional. A alegação, negada pelo TRE-PR, era de que ele teria deixado de ser procurador com procedimentos administrativos pendentes no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Denian Couto alertou que, na sua avaliação, o próximo a ser cassado será o senador Sérgio Moro, “porque vivemos o governo da vingança”. E a população precisa ficar atenta. No domingo, às 15:oo haverá uma manifestação de apoio a Deltan Dallagnol em frente ao Ministério Público. 

Denian Couto/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.