Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

“É como se estivéssemos entrando em uma máquina de tempo para voltar ao passado”, disse o líder do Podemos, senador Oriovisto Guimarães, ao fazer um balanço dos quatro primeiros meses do governo Lula, na sessão plenária de ontem (2/5): ”Demos um crédito ao governo, votando a favor da PEC da transição, esperando que ele mostrasse seus projetos e sua impressão digital, mas estou profundamente decepcionado”.

O Líder citou reportagem de capa da revista Veja para enumerar retrocessos pretendidos pelo presidente Lula, como mudanças no marco do saneamento básico, na Lei das Estatais e na Lei de Responsabilidade Fiscal: “Querem ser irresponsáveis com as contas públicas, como deixaram claro no novo arcabouço, e querem criar cabides de emprego nas estatais, os mesmos que deram origem aos escândalos do petróleo e do mensalão. É muito atraso”.

Oriovisto também classificou como ‘desastrosas’ as trapalhadas nas relações internacionais do presidente da República e disse que o novo arcabouço fiscal traz ‘pegadinhas’ para empurrar gastos para fora do teto de gastos. “Temos ainda um projeto de reforma tributária defendido pelo governo, a PEC 45, que é um salto no escuro, com potencial para desorganizar a economia. Somos a favor da reforma, por isso apresentamos uma proposta alternativa: a PEC 46/2022”, finalizou o líder.

Veja o vídeo deste pronunciamento: https://oriovistoguimaraes.com.br/para-todo-lado-que-olho-so-vejo-retrocessos-e-medidas-desastrosas-diz-lider-sobre-governo-lula/

Asimp/Senador Oriovisto Guimarães

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.