Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (1Rs 11,4-13)

Leitura do Primeiro Livro dos Reis.

4 Quando Salomão ficou velho, suas mulheres desviaram o seu coração para outros deuses e seu coração já não pertencia inteiramente ao Senhor, seu Deus, como o do seu pai Davi. 5 Salomão prestou culto a Astarte, deusa dos sidônios, e a Melcom, ídolo dos amonitas. 6 Ele fez o que desagrada ao Senhor e não lhe foi inteiramente fiel, como seu pai Davi.

7 Foi então que Salomão construiu um santuário para Camos, ídolo de Moab, no monte que está defronte de Jerusalém, e para Melcom, ídolo dos amonitas. 8 Fez o mesmo para todas as suas mulheres estrangeiras, as quais queimavam incenso e ofereciam sacrifícios aos seus deuses. 9 Então o Senhor irritou-se contra Salomão, porque o seu coração tinha-se desviado do Senhor, Deus de Israel, que lhe tinha aparecido duas vezes 10 e lhe proibira expressamente seguir a outros deuses. Mas ele não obedeceu à ordem do Senhor.

11 E o Senhor disse a Salomão: “Já que procedeste assim, e não guardaste a minha aliança, nem as leis que te prescrevi, vou tirar-te o reino e dá-lo a um teu servo. 12 Mas, por amor de teu pai Davi, não o farei durante a tua vida; é da mão de teu filho que o arrebatarei. 13 Não te tirarei o reino todo, mas deixarei ao teu filho uma tribo, por consideração para com meu servo Davi e para com Jerusalém, que escolhi”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório Sl 105(106),3-4.35-36.37 e 40 (R. 4)

— Lembrai-vos, ó Senhor, de mim lembrai-vos, segundo o amor que demonstrais ao vosso povo!

— Lembrai-vos, ó Senhor, de mim lembrai-vos, segundo o amor que demonstrais ao vosso povo!

— Felizes os que guardam seus preceitos e praticam a justiça em todo o tempo! Lembrai-vos, ó Senhor, de mim, lembrai-vos, pelo amor que demonstrais ao vosso povo!

— Misturaram-se, então, com os pagãos, e aprenderam seus costumes depravados. Aos ídolos pagãos prestaram culto, que se tomaram armadilha para eles;

— Pois imolaram até mesmo os próprios filhos, sacrificaram suas filhas aos demônios. Acendeu-se a ira de Deus contra o seu povo, e o Senhor abominou a sua herança.

Evangelho (Mc 7,24-30)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— Acolhei docilmente a palavra semeada em vós, meus irmãos; ela pode salvar vossas vidas! (Tg 1,21)

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 24 Jesus saiu e foi para a região de Tiro e Sidônia. Entrou numa casa e não queria que ninguém soubesse onde ele estava. Mas não conseguiu ficar escondido.

25 Uma mulher, que tinha uma filha com um espírito impuro, ouviu falar de Jesus. Foi até ele e caiu a seus pés. 26 A mulher era pagã, nascida na Fenícia da Síria. Ela suplicou a Jesus que expulsasse de sua filha o demônio. 27 Jesus disse: “Deixa primeiro que os filhos fiquem saciados, porque não está certo tirar o pão dos filhos e jogá-lo aos cachorrinhos”.

28 A mulher respondeu: “É verdade, Senhor; mas também os cachorrinhos, debaixo da mesa, comem as migalhas que as crianças deixam cair”.

29 Então Jesus disse: “Por causa do que acabas de dizer, podes voltar para casa. O demônio já saiu de tua filha”. 30 Ela voltou para casa e encontrou sua filha deitada na cama, pois o demônio já havia saído dela.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Nos momentos de dificuldades, deposite sua fé em Deus

 “Uma mulher, que tinha uma filha com um espírito impuro, ouviu falar de Jesus. Foi até ele e caiu a seus pés. A mulher era pagã, nascida na Fenícia da Síria. Ela suplicou a Jesus que expulsasse de sua filha o demônio. Jesus disse: ‘Deixa primeiro que os filhos fiquem saciados, porque não está certo tirar o pão dos filhos e jogá-lo aos cachorrinhos’. A mulher respondeu: ‘É verdade, Senhor; mas também os cachorrinhos, debaixo da mesa, comem as migalhas que as crianças deixam cair’. Então Jesus disse: ‘Por causa do que acabas de dizer, podes voltar para casa. O demônio já saiu de tua filha’” (Marcos 7,25-29)

A fé e a humildade de alguém é comprovada nos momentos de contrariedade e provações. No Evangelho de hoje, podemos contemplar a comprovação da fé e da humildade de uma mulher pagã, mas que havia escutado falar sobre Jesus e, diante de uma grande necessidade, decidiu ousar na sua fé.

Aqui, podemos tirar algo importante para a nossa caminhada, para o nosso crescimento, para o crescimento da nossa fé. Os momentos de grande dificuldade formam pessoas ousadas na fé! Podemos até não ser merecedores, assim como aquela mulher que era pagã, não era talvez merecedora, mas diante de uma grande provação, se possuímos o mínimo de fé e somos ousados, Deus realiza grandes coisas na nossa vida.

Faremos essa experiência do impossível se ousarmos na nossa fé. Quem tem fé e é humilde não desiste na primeira tentativa. A fé e a humildade fazem de nós pessoas persistentes.

Os momentos de grande dificuldade formam pessoas ousadas na fé

Essa mulher não desistiu na primeira tentativa, ela poderia muito bem ter desistido, mas, diante da necessidade que passava, ela foi ousada e insistiu. O que poderia ser uma resposta negativa da parte de Jesus, ao responder que não está certo tirar o pão dos filhos e jogá-lo aos cachorrinhos, foi, na verdade, um impulso para ela demonstrar toda a sua ousadia na fé.

Em nossa vida também é assim: as provações, as contrariedades da vida e até aquilo que parece ser uma negativa de Deus diante de um pedido, de uma súplica, de uma prece, talvez seja o impulso para crescermos na fé, para sermos ousados e insistirmos mais um pouco.

Então eu falo para você: não desista na primeira tentativa, não desista com as demoras. Deus não demora, mas Ele tem o seu tempo! Talvez isso que você esteja vivendo, você até sinta: “Deus não me ouve mais, não ouve mais a minha prece”. Talvez seja um apelo de Deus para que você cresça na sua fé, para que você insista, para que você aprenda a ter a humildade de sempre pedir e confiar.

As contrariedades da vida nos levam também a crescermos na nossa fé, a crescermos em humildade. Quem é humilde e quem tem fé alcança grandes coisas de Deus!

Sobre você, desça a bênção do Deus Todo-poderoso. Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

Padre Bruno Antonio de Oliveira é Brasileiro, nasceu no dia 18/10/1987, em Lavras, MG. É Membro da Associação Internacional Privada de Fieis – Comunidade Canção Nova, desde 2012 no modo de compromisso do Núcleo.

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.