Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Dez UBS estarão abertas, das 8h às 14h, para atender a população; também será feita a imunização contra poliomielite, por meio da campanha nacional que está em vigor

Neste sábado (20) acontece o Dia D da Campanha Nacional de Multivacinação, incluindo a imunização contra a poliomielite (paralisia infantil). Em Londrina, a iniciativa será realizada pela Secretaria Municipal de Saúde, que abrirá dez Unidades Básicas de Saúde (UBSs), das 8h às 14h, para atender a população. Não é necessário fazer agendamento antecipado.

Participarão da iniciativa as UBSs do Vivi Xavier e João Paz (região norte); Itapoã e Eldorado (sul); Armindo Guazzi e Marabá (leste); Alvorada e Santa Rita (oeste); e Guanabara e Centro (centro).

O Dia D visa atualizar a carteira de vacinação de crianças e adolescentes de zero a 14 anos, de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação. Neste dia, também serão aplicadas a vacina contra poliomielite, nas crianças de um a quatro anos de idade, público-alvo da campanha.

No ato da vacinação, a criança e o adolescente devem portar um documento pessoal com foto ou certidão de nascimento, além da carteira de vacina.

As vacinas disponíveis são: Hepatite A e B, Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VRH (Vacina Rotavírus Humano), Meningocócica C (conjugada), VOP (Vacina Oral Poliomielite), Febre amarela, Tríplice viral (Sarampo, Rubéola, Caxumba), Tetraviral (Sarampo, Rubéola, Caxumba, Varicela), DTP (tríplice bacteriana), Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).

Para os adolescentes, estarão disponíveis as vacinas HPV, dT (dupla adulto), Febre amarela, Tríplice viral, Hepatite B e Meningocócica ACWY (conjugada). As vacinas têm indicação específica para cada idade e para quem não tem o esquema completo e integram o Programa Nacional de Imunizações (PNI) e estão registradas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

As vacinas contra a Covid-19 também serão aplicadas, para as crianças e adolescentes que precisarem. Elas podem ser administradas de maneira simultâneas ou com qualquer intervalo com as demais vacinas do Calendário Nacional de Vacinação, na população a partir de três anos de idade.

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.