Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Campanha iniciará na próxima segunda-feira (27), com grupos definidos pelo Programa Nacional de Imunização; agendamento já está disponível

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), dará início à Campanha Nacional de Vacinação 2023 contra a Covid-19, na próxima segunda-feira (27), com as vacinas bivalentes da Pfizer. As vacinas bivalentes protegem contra o vírus original e as novas cepas, incluindo a ômicron e suas subvariantes, que são as que mais têm infectado a população ultimamente.

A campanha será realizada em todo o país e as vacinas bivalentes são destinadas aos grupos estabelecidos pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). Ela iniciará com as pessoas nos grupos de risco, que têm maior probabilidade de desenvolver formas graves da doença. Fazem parte deste grupo os idosos acima de 70 anos; pessoas que vivem em Instituições de Longa Permanência (ILPIs); pessoas institucionalizadas, maiores de 12 anos, bem como os profissionais que trabalham nestas instituições; pessoas imunossuprimidas maiores de 12 anos; e comunidades indígenas, ribeirinhas e quilombolas (a partir de 12 anos de idade).

Somente pode receber esta dose a pessoa que tenha concluído o esquema primário da vacinação contra Covid-19, composto pelas duas primeiras doses das vacinas monovalentes. Caso contrário, é necessário atualizar o seu esquema vacinal antes de se imunizar com a nova vacina. Além disso, é necessário respeitar o intervalo de, pelo menos, quatro meses, da última dose de reforço ou da última dose do esquema primário (básico).

Como agendar

Em Londrina, a partir da próxima segunda-feira (27), a vacina estará disponível em todas as Unidade Básicas de Saúde (UBSs). Para receber a dose, é necessário agendar a data e horário da aplicação no site da Prefeitura (clique aqui). O agendamento foi disponibilizado ontem (24), às 13h, e para a primeira semana de vacinação a Prefeitura abriu 4 mil vagas.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, há 52 mil idosos no município que cumpriram o esquema primário da vacinação e estão aptos a receber a vacina bivalente. “Nós recebemos um lote de 10.500 doses da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e iniciaremos a campanha com este lote. A nossa expectativa é recebermos mais doses nas próximas semanas, para avançarmos com a campanha”, apontou.

Machado enfatizou que a Prefeitura está disponibilizando as doses em todas as UBSs da cidade para proporcionar mais comodidade para os londrinenses, em especial aos idosos. Além disso, o secretário ressaltou que o agendamento on-line da vacinação foi mantido porque Londrina se destacou como o município com a melhor organização da vacinação contra a Covid-19 em todo o Brasil. “Todas as equipes das unidades estão preparadas para a realização da vacinação e vamos avaliar a necessidade de ampliar, gradativamente, a quantidade de vagas liberadas por semana ou de realizar uma ação no próximo sábado (4) em formato de mutirão”, afirmou.

A SMS lembra que, após realizar o agendamento da aplicação no portal da Prefeitura, é necessário imprimir o comprovante com o QR Code para apresentar no dia e local selecionado, junto com a carteira de vacinação Covid-19 e um documento de identificação com foto. Para aqueles que agendaram a vacinação, mas porventura não puderem comparecer, há um botão de cancelamento que pode ser acessado na mesma página do agendamento.

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.