Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Doses representam 45,88% da cobertura vacinal do público-alvo, que são crianças de um a quatro anos; campanha prossegue até o dia 30 de setembro

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Londrina divulgou balanço parcial da Campanha Nacional de Vacinação contra Poliomielite (paralisia infantil). Entre o início da campanha, no dia 8 de agosto, e o dia 20 deste mês, foram aplicadas 12.615 doses de vacinas contra a paralisia infantil no município. Elas representam 45.88% da cobertura vacinal do público-alvo e a meta é atingir 95%. A campanha prosseguirá até a próxima semana, 30 de setembro.

A campanha de vacinação contra poliomielite é voltada para crianças de um a quatro anos de idade. Elas recebem, de forma indiscriminada, a Vacina Oral Poliomielite (VOP), de gotinha, desde que já tenham completado o esquema inicial com três doses da Vacina Inativada Poliomielite (VIP).

As crianças que ainda não se vacinaram podem receber a dose na Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência. Não é necessário agendar antecipadamente. No ato da vacinação, a criança deve portar um documento pessoal com foto ou certidão.

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, enfatizou que é fundamental que todas as crianças de um a quarto anos se vacinem. “Pedimos aos pais, mães ou responsáveis que levem as crianças até uma unidade de saúde para receberem a vacina até o dia 30 de setembro, quando a campanha se encerra.  Muitas pessoas da nova geração não conviveram com a paralisia infantil, por isso não sabem o mal que esta doença causa e a única maneira de evita-la é estando com a vacinação em dia”, frisou.

A paralisia infantil é uma doença contagiosa aguda causada por vírus que pode infectar crianças e adultos e em casos graves pode acarretar paralisia nos membros inferiores. A vacinação é a única forma de prevenção e todas as crianças menores de cinco anos devem ser vacinadas.

Multivacinação

A campanha nacional de multivacinação, que visa atualizar a carteira de vacinação de crianças e adolescentes de zero a 14 anos, de acordo com o Calendário Nacional de Vacinação, também prossegue até o dia 30 de setembro. Para receber as doses não é necessário fazer agendamento, basta se dirigir até uma UBS. Até agora, as equipes da SMS fizeram a verificação de 16.165 carteirinhas de vacina em Londrina.

As vacinas disponíveis na campanha são: Hepatite A e B, Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VRH (Vacina Rotavírus Humano), Meningocócica C (conjugada), VOP (Vacina Oral Poliomielite), Febre amarela, Tríplice viral (Sarampo, Rubéola, Caxumba), Tetraviral (Sarampo, Rubéola, Caxumba, Varicela), DTP (tríplice bacteriana), Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).

Para os adolescentes, estão disponíveis as vacinas HPV, dT (dupla adulto), Febre amarela, Tríplice viral, Hepatite B e Meningocócica ACWY (conjugada). As vacinas têm indicação específica para cada idade, assim como para quem não tem o esquema completo, integram o Programa Nacional de Imunizações (PNI) e estão registradas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.