Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Evento começa nesta segunda-feira (23) com formação de professores; o lançamento oficial será na terça (24), na Escola Municipal América Sabino Coimbra

A partir desta segunda-feira (23), terá início a Semana Municipal de Saúde Bucal. A programação completa de atividades abrange capacitação de professores de Educação Física e profissionais de odontologia da rede municipal, distribuição de kits e cartilhas educativas para alunos das escolas municipais. Essas ações serão promovidas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), com apoio e parceria da Secretaria Municipal de Educação.

Na segunda edição da Semana Municipal de Saúde Bucal, o tema das atividades será “Traumatismo dentário”. Por ser uma questão de saúde pública que atinge principalmente crianças e adolescentes, elas serão o público-alvo das ações. Estima-se que o traumatismo dentário ocorra em duas a cada três crianças, acometendo cerca de um terço da população em idade escolar. E cerca de um quarto da população adolescente já sofreu algum tipo de traumatismo dentário, que é mais prevalente na população masculina.

A coordenadora de Estratégia em Saúde Bucal da SMS, Fabíola Marcela Mantine, explicou que no traumatismo dentário não implica necessariamente em perda definitiva do dente, mas podem ocorrer pequenas fraturas ou danos na estrutura dentária, tecidos moles ou ossos da face. “Esse trauma afeta a qualidade de vida de quem o sofreu pois impacta em atividades diárias, como a mastigação e a fala, além de comprometer a estética, o que pode resultar em danos emocionais e sociais, além de dor. E está principalmente associado à quedas, colisões com objetos ou pessoas, práticas esportivas, acidentes automobilísticos, situações de violência física, entre outros”, elencou.

Mantine acrescentou que é importante dar a devida assistência diante de um traumatismo dentário, pois este pode afetar diretamente o convívio social e o bem-estar psicológico de quem o sofre. “A criança ou adolescente evita sorrir por vergonha, e isso prejudica seus relacionamentos sociais.  Outro fator importante de se ressaltar é que as quedas podem mascarar outras causas, como violência, observada em quedas por empurrão ou causadas por brincadeiras agressivas, principalmente em crianças e adolescentes. São questões que refletem o impacto social que o traumatismo dentário representa na sociedade”, complementou.

E para que as equipes da Secretaria Municipal de Educação estejam aptas a auxiliar os alunos que, porventura, sofram esses traumas nas unidades escolares, cerca de 160 professores de Educação Física vão participar de uma formação sobre o assunto. As aulas serão realizadas na segunda-feira (23), no auditório da Unopar/Anhanguera Campus Piza.

A palestra de primeiros socorros será conduzida pelo Grupo Técnico de Saúde Bucal da SMS e pela professora Gabriela Fleury, da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Pela manhã, a turma inicia às 8h e, à tarde, às 13h30.

E terça-feira (24), às 9h, ocorre o lançamento oficial da Semana de Saúde Bucal, na Escola Municipal América Sabino Coimbra (Rua Mitsuki Shime, 150). Na ocasião, será distribuída uma cartilha educativa, elaborada pela Secretaria Municipal de Saúde em parceria com o Conselho Regional de Odontologia (CRO-PR).

A narrativa abordada no livreto será apresentada aos alunos em uma peça de teatro, com participação dos profissionais de saúde e residentes da UEL que atuam na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Padovani. O roteiro conta a história da personagem Lolo que, andando de bicicleta, sofre um acidente e perde um dente. Com esse material, as crianças vão aprender quais atitudes devem tomar em caso de traumas e como agir para preservar seus dentes.

Serão distribuídas cerca de 6.200 cópias para todos os estudantes do 3° ano das escolas municipais. Para a secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes, a formação dos professores de Educação Física e a orientação de primeiros socorros para as crianças são ações extremamente importantes no contexto da saúde bucal. “Com a cartilha, vamos levar essas informações para todas as famílias também. E isso é muito necessário, por escolas são os lugares onde as crianças mais se movimentam, todos os dias, e precisamos ter todos os cuidados e saber agir da forma correta caso algo aconteça. São informações que farão toda diferença para proteger nossas crianças”, afirmou.

No lançamento, as crianças poderão interagir com personagens alusivos à Saúde Bucal. Os alunos também receberão kits de higiene bucal e um porta dentes, para armazenarem os dentes de leite.

A programação continua na quarta-feira (25), com uma capacitação para profissionais de odontologia da Secretaria Municipal de Saúde. Esse curso vai abordar o traumatismo dentário na dentição permanente e os cuidados paliativos em equipe multiprofissional. A atividade será realizada pela manhã, na Unopar/Anhanguera Campus Catuaí, e devem participar dentistas, auxiliares e técnicos.

E, a partir de quinta-feira (26), as equipes de saúde bucal das UBSs receberão o material educativo para realizarem atividades nas escolas municipais em sua área de abrangência.

NCPML

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.