Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Sanitária, faz um alerta: a maioria dos envenenamentos ou a intoxicação infantil acontecem no ambiente doméstico. Confira o esclarecimento com a enfermeira Eliane Zampa.

As principais vítimas são as crianças de 0 a 4 anos de idade.

O ambiente domiciliar pode apresentar uma grande variedade de agentes tóxicos, como: plantas, medicamentos, pesticidas, produtos de limpeza e higiene pessoal, que, ao alcance das crianças, representam risco iminente de intoxicação.

Para evitar que essas situações aconteçam, é muito importante guardar adequadamente os produtos que possam colocar em risco a vida da sua família.

O que pode causar o envenenamento?

Produtos de Higiene e Limpeza

O acesso facilitado e a apresentação (formas, cores, cheiro) são um convite à curiosidade infantil. Alguns produtos de uso domiciliar são clandestinamente comercializados em garrafas PET, confundindo ainda mais o seu conteúdo, ficando muito parecido com sucos e refrigerantes.

Agrotóxicos (inseticidas e pesticidas)

Tanto os de uso agrícola como os de uso doméstico

(pastilhas, repelentes, aerossóis) devem estar fora do acesso das crianças. É necessário seguir as orientações dos fabricantes para que sejam utilizados da forma correta e mesmo assim, podem causar envenenamento. A desinsetização e desratização devem ser realizadas por empresas autorizadas.

Plantas tóxicas

Algumas plantas cultivadas em vasos e jardins ao serem ingeridas, ou pelo contato com a pele, podem ser tóxicas, como por exemplo, comigo-ninguém-pode, antúrio, copo-de-leite, bico-de-papagaio, entre outras.

Medicamentos

Quase metade das intoxicações notificadas em crianças são causadas por medicamentos. Elas são atraídas pelo aspecto colorido, pela forma e tamanho dos medicamentos, muitos chegam a parecer com balas

e doces.

Como podemos proteger as crianças?

    Crianças devem ser sempre supervisionadas por adultos.

    Os produtos de limpeza e venenos devem ser guardados longe do alcance das crianças, preferencialmente em armários trancados.

    Nunca diga às crianças que remédio é doce, faz crescer e deixa forte.

    Os medicamentos devem ficar trancados e fora do alcance das crianças.

    Orientar as crianças para não colocarem plantas ou parte delas na boca.

    Medicamentos devem ser tomados somente com orientação médica.

    Não compre e não utilize produtos de origem clandestina ou desconhecida.

    Verifique no rótulo dos produtos se constam o número de registro do Ministério da Saúde ou Agricultura, validade, identificação do fabricante, do princípio ativo e informações sobre o tratamento em caso de intoxicação.

    Guarde os alimentos separados dos produtos de limpeza e venenos (inseticidas, raticidas etc.).

    Inseticidas e raticidas devem ser usados com muito cuidado. Leia atentamente o rótulo e siga as instruções.

    Não compre inseticidas, raticidas ou produtos de limpeza de vendedores ambulantes ou feirantes.

    Se você não é um especialista, contrate um profissional para fazer a desinsetização e a desratização de sua casa.

    Após o uso de produtos perigosos, lave bem as mãos com bastante água e sabão. Troque a roupa, se necessário.

    Nunca reutilize as embalagens para armazenar outros produtos, principalmente alimentos.

    Só compre produtos se estiverem lacrados, rotulados e em embalagem original.

Quais são os sintomas mais comuns de envenenamento?

    Dor

    Vômito

    Convulsão

    Diarreia

    Paralisia

    Respiração díficil

    Confusão mental

    mudança na cor dos lábios

    Sensação de queimação na boca, garganta ou estômago

    Em alguns casos, os sintomas não são imediatos

    Podem ocorrer outros sintomas.

Em caso de envenenamento

    Não provoque vômito

    Não faça respiração boca a boca caso a criança tenha ingerido algum produto

    Se o contato com o produto for pelos olhos, lave-os com bastante água durante pelo menos 15 minutos e procure com urgência a unidade de saúde

    Quando for ao médico, leve a embalagem do produto, medicamento ou parte da planta que a criança ingeriu ou teve contato

Atenção - Se encontrar produtos perigosos abertos ou fora do lugar, observe atentamente a criança, pois os efeitos do envenenamento podem não ser imediatos

Em todos os casos de envenenamento, leve a criança até a Unidade de Saúde ou Pronto Atendimento mais próximo a sua residência.

NCPMR

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.