Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Câmara Municipal de Londrina vem desempenhando um papel fundamental para o desenvolvimento da cidade, mantendo um diálogo produtivo com as outras esferas do poder público e também com o setor privado. A ACIL - Associação Comercial e Industrial de Londrina - considera o trabalho dos vereadores fundamental. Mas, diante das discussões sobre o número de cadeiras do Legislativo Municipal, a Associação é contrária ao aumento. Primeiro, porque a Câmara vem mostrando competência na resolução de problemas da cidade com o número atual de representantes. Segundo, porque o aumento no número de vereadores não constitui necessariamente uma melhoria na representatividade e na qualidade dos projetos apresentados.

A ACIL acredita que, pela proximidade do processo eleitoral e pela necessidade de se reduzir o gasto público, enxugando o aparato estatal - o arcabouço fiscal e a reforma tributária vêm alimentando o debate sobre a contenção de despesas -, manter o número de vagas em 19 vereadores é uma decisão sensata, que permanece em consonância com o eleitor e a economia de recursos públicos, uma vez que o aumento seria, certamente, debitado na conta do cidadão londrinense.

Ranulfo Pedreiro/Asimp

#JornalUnião

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.